A importância do milho na cultura brasileira

A importância do milho na cultura brasileira

Via de regra, aqui no blog falamos sobre a cadeia do milho do ponto de vista do agronegócio, com dados sobre exportações, etanol de milho, consumo interno e muito mais. O artigo de hoje é mais gostoso: vamos falar sobre a importância do milho na cultura brasileira e seu uso em diversas receitas, já que ele é o protagonista de muitas festas e tradições nacionais.

Milho e festa junina: parceria que dá certo

Quando o assunto é festa junina, o milho é uma das primeiras coisas que vêm à nossa cabeça. O cereal faz parte da tradição e é utilizado em diversos pratos típicos da festa.  As festas acontecem tradicionalmente no mês de junho, mesmo período da colheita do milho verde, semeado nos meses de fevereiro e março.

A festa junina é parte do folclore brasileiro e uma das tradições mais populares do Brasil. Em 2019 foram registradas 103 festas oficiais no Ministério do Turismo e 600 milhões de reais movimentados diretamente ou através da geração de empregos.

A estimativa é que a primeira festa junina no Brasil tenha acontecido no século XVI, após a chegada dos portugueses. Na Europa existia o costume de comemorar a colheita do trigo, mas como o cereal ainda não era cultivado por aqui, escolheram o milho, que era colhido no mesmo período que o trigo.

Receitas com milho que fazem parte da cultura brasileira

Além de ser protagonista nas festas juninas, o milho também é motivo de muito orgulho no Brasil e presente em nossa cultura, por exemplo, o cuscuz, tão popular nas mesas dos nordestinos – e que vem caindo nas graças das outras regiões do Brasil também. Confira os mais tradicionais alimentos com milho:

  • Suco de milho: o suco de milho verde possui muitos nutrientes, sendo uma ótima forma de absorver as vitaminas e minerais presentes no cereal, de maneira mais rápida e saborosa. 
  • Curau: o curau é um doce pastoso originário da culinária africana, muito famoso no Brasil. É um alimento conhecido das festas juninas e pode ser consumido na sua forma doce ou salgada.
  • Bolo de milho: um dos carros chefes das festas de São João, o bolo de milho é tradicional da comemoração, além de fazer parte do café da tarde de diversas famílias.
  • Outras receitas: algumas outras receitas também merecem destaque, como polenta, broa de milho, canjica, creme de milho, cuscuz paulista, pipoca, sorvete de milho.

Pamonha de Piracicaba – patrimônio cultural

É impossível falar sobre alimentos à base de milho e não darmos destaque para ela: a pamonha de Piracicaba. Ela é patrimônio cultural do município paulista. A pamonha possui origem indígena, com seu nome oriundo do tupi, significando “empapado”. O doce é uma espécie de creme de milho com a adição de coco e outros condimentos. As pamonhas piracicabanas já fazem parte da cultura popular brasileira. De um negócio familiar, os doces à base de milho da cidade conquistaram outras regiões brasileiras e hoje já existem projetos para exportação.

Gostou do conteúdo? Leia outros artigos aqui no blog Somos Milhões e acompanhe as postagens da Nidera Sementes no Instagram.

Fonte:

Markestrat com base em Globo Rual, Abimilho, ABIP e outras fontes.

Deixe um comentário