Cadeia do milho em fevereiro e o que esperar para o mês de março

Cadeia do milho em fevereiro e o que esperar para o mês de março

A cadeia do milho no Brasil teve diversas atualizações no mês de fevereiro. No artigo de hoje, vamos trazer um resumo dos fatos que marcaram a cadeia do cereal e alguns pontos de atenção para o mês de março. Vamos lá?

Clima seco e aumento na expectativa de produção da cadeia de milho

clima seco e seus impactos na cadeia de milho

O clima é um fator determinante para o sucesso ou não de uma safra. Devido ao clima seco durante o verão em importantes regiões produtoras da América do Sul, com destaque para o Brasil e a Argentina, a USDA reduziu as estimativas de oferta de milho no ciclo atual.

Apesar desta redução, a expectativa é que o crescimento da produção total de milho na safra 2021/22 supere em 34% a safra anterior. A confirmação dessa projeção depende muito das boas condições na segunda safra de milho no Brasil.

Estoques finais devem crescer e tensões entre Rússia e Ucrânia devem refletir na cadeia de milho

A projeção é de crescimento em todas as frentes da safra 2021/22, e isso inclui também os estoques finais de milho, que devem ser maiores que o ciclo passado.

O avanço das tensões geopolíticas envolvendo Rússia e Ucrânia será um fator decisivo para a safra atual de milho em todo o mundo: a Ucrânia é um importante produtor e a Rússia e países vizinhos são importantes fornecedores de fertilizantes para o Brasil. Seguiremos acompanhando de perto e, em breve, traremos mais informações sobre este tema aqui no blog.

Ao olharmos para o mercado, foi possível identificar que os preços voltaram a crescer e se aproximar de R$ 100 a saca. Isso é reflexo da alta nos custos e do contexto macroeconômico global.

Avanço da colheita de soja possibilita a semeadura do milho 2ª safra

colheita de soja e plantio de milho 2ª safra

A colheita de soja tem permitido uma semeadura em ritmo recorde da segunda safra de milho. Aproximadamente 50% da área já recebeu sementes de milho e, em breve, devemos ter toda a área plantada com o cereal. Isso deve garantir uma boa produtividade da safra.

5 pontos de atenção da cadeia do milho para o mês de março

Preparamos 5 pontos de acompanhamento da cadeia do milho em março. Confira a seguir:

  1. Ritmo de colheita e os rendimentos da soja e milho verão: o processo de colheita da soja é determinante para possibilitar boas janelas de cultivo para o milho. 
  1. Velocidade de plantio do milho segunda safra: é recomendado acompanhar de perto o andamento das operações de plantio do cereal, que devem ser concluídas mais cedo neste ciclo.
  1. Clima e as condições das lavouras de milho: com praticamente 35% das áreas de milho safrinha já semeadas, começamos agora a observar as previsões do clima e como estão as condições das lavouras que já estão se estabelecendo.
  1. Custos de produção na pecuária: a recente alta nos preços dos grãos pode impactar na cadeia pecuária. Calcular as relações de troca e os gastos como um todo é uma atividade de rotina e indispensável neste momento.
  1. Contexto geopolítico global: as tensões entre Rússia e Ucrânia não só abalam a economia global, como também limitam a disponibilidade/preços de muitos insumos.

Neste artigo, reunimos o que aconteceu de mais relevante na cadeia de milho em fevereiro. Continue aqui no blog para acompanhar outras informações sobre o cereal. Além disso, você pode seguir a nossa página no Instagram para ter acesso a outros conteúdos sobre a marca especialista em sementes.

Fontes

Prof. Marcos Fava Neves, Vinícius Cambaúva e Markestrat Group.

Deixe um comentário