Cadeia global de milho: estimativas segundo o USDA

Cadeia global de milho: estimativas segundo o USDA

As projeções e estimativas sobre a cadeia global de milho mudam constantemente no decorrer da safra, algumas vezes para cima, outras para baixo. Aqui no blog Somos Milhões, vamos trazer essas projeções atualizadas para que você possa tomar as melhores decisões para sua lavoura. No artigo de hoje, vamos falar um pouco sobre as estimativas de produção, consumo e estoques de milho em todo o mundo. Vamos lá?

Histórico da produção global de milho por safra

O USDA (departamento de agricultura dos Estados Unidos) divulgou no relatório de fevereiro de 2022 que a projeção da produção global de milho para essa safra deve ser superior a 7,32% em relação ao ciclo passado. Já em relação à primeira projeção, a estimativa atual foi 1,3% maior.

produção global de milho por safra

Estimativa de produção de milho nos principais produtores globais

Como falamos no início, as projeções e estimativas podem variar muito de um relatório para o outro. Em apenas um mês, a alternância pode ser enorme e um exemplo disso acontece com o Brasil. No relatório de fevereiro, o país, que é o terceiro maior produtor de milho do mundo, apresentou uma redução de 1 milhão de toneladas em relação à projeção anterior, enquanto EUA e China continuam com os mesmos números.

produção de milho nos principais países produtores

Consumo global de milho por safra

Para o consumo global, a expectativa é de um aumento de 57,8 milhões de toneladas em relação à safra anterior. O crescimento do consumo do cereal pode ser visto no gráfico abaixo, quando iniciamos com um consumo de 1,135 bilhões de toneladas até chegar na projeção de fevereiro, com 1,195 bilhões de toneladas.

consumo global de milho por safra

Consumo de milho nos principais países consumidores do cereal

Para a China, EUA e União Europeia, não houveram variações em relação à projeção de janeiro, já no Brasil, o consumo foi reajustado para baixo, em 500 milhões de toneladas, conforme o gráfico abaixo:

consumo de milho nos principais países consumidores

Estoques globais de milho por safra

A redução na oferta global de milho refletiu também nos estoques, agora com previsão de pouco mais de 302 milhões de toneladas. Apesar da baixa, o volume ainda deve ser 3,5% maior que o do ciclo anterior.

estoques globais de milho por safra

Estoques de milho: volume final por país

A China segue com 70% do estoque na cadeia global de milho, de acordo com a projeção de fevereiro do USDA teve índice que ultrapassou 210 milhões de toneladas. O estoque brasileiro foi o único entre os principais que foi revisto para baixo.

estoques de milho - volume final por país

O que esperar da safra brasileira de milho neste ciclo, de acordo com a Conab?

 Agora que já sabemos das projeções globais, vamos falar um pouco sobre a cadeia nacional do milho e suas projeções.

A área plantada com o cereal deve se aproximar dos 21 milhões de hectares neste ciclo, sendo que a maior parte dos campos serão cultivados na segunda safra (78,3%). Entre outros fatores, os atrasos na colheita da 1ª safra em algumas regiões e a dificuldade no acesso, custos e disponibilidades de insumos, explicam este comportamento. Considerando os números mais recentes, o Brasil deve plantar 1,4 milhão de hectares a mais na 2ª safra e 180 mil adicionais na 1ª; em comparação com o ciclo passado.

área plantada de milho no Brasil

A produção de milho para a safra 2021/22 deve ter alta de 29,1% em comparação com a safra passada. Apesar da alta no geral, a última estimativa da Conab reduziu as produções para as três safras brasileiras:

  • 360 mil toneladas para a 1ª safra
  • 210 mil toneladas para a 2ª e 3ª safra.

Estes ajustes são considerados normais, considerando o progresso atual do plantio.

produção de milho no Brasil

Acompanhe no blog mais matérias sobre a cadeia do milho que podem orientar os produtores sobre a cadeia de milho no Brasil e no mundo. Siga nossa página no Instagram e tenha acesso a mais conteúdos da marca especialista em sementes.

Fonte

Markestrat com base em USDA. *Atualização em 09/02/2022.

Markestrat com base na CONAB. *Atualização em 09/02/2022.

Este post tem 2 comentários

Deixe um comentário