Exportações de milho em setembro no Brasil e no mundo

Exportações de milho em setembro no Brasil e no mundo

As exportações de milho em setembro foram marcadas por novas estimativas sobre a safra 2022/23. No artigo de hoje, vamos abordar a redução prevista para os embarques no mundo, o crescimento das exportações brasileiras e as projeções de importação e exportação do milho nos principais players. Vamos lá?

Projeções das exportações de milho: redução global de 3%

As estimativas do USDA em setembro apontaram para uma redução global nos embarques de milho: ao compararmos com o relatório de agosto, as estimativas de setembro apontam para uma redução de 1,5 milhão de toneladas, o que reflete em uma diminuição de 3% do volume embarcado em relação ao último ciclo.

exportações globais de milho em setembro 22

Brasil reassume a vice-liderança das exportações globais de milho

Conforme notificamos nos últimos meses, o Brasil está reassumindo a segunda posição como maior exportador mundial de milho, atrás apenas dos EUA. A estimativa de setembro do departamento norte-americano de agricultura aponta para 46,5 milhões de toneladas do cereal brasileiro enviado ao mundo, um acréscimo de 12,5 milhões de toneladas em comparação ao ciclo recém-finalizado.

exportações brasileiras de milho em setembro 22

Exportações e importações nos principais países da cadeia do milho

Os embarques do principal país exportador de milho do mundo devem ter nova redução devido aos problemas com clima e, consequentemente, menor oferta do cereal. A previsão é de uma redução de 4% neste ciclo.

Outro país que também segue enfrentando a baixa nos embarques é a Ucrânia, mas essa em virtude da guerra com a Rússia. A redução deve ser de 11,5 milhões de toneladas.

exportação de milho pelos principais países exportadores em setembro 22

Entre os principais importadores de milho, tivemos uma atualização na primeira posição: a União Europeia deve importar 3 milhões de toneladas adicionais – o que representa 19% de crescimento em relação ao ciclo anterior. Enquanto isso, a China deve reduzir suas compras em 5 milhões de toneladas, caindo para a segunda posição.

Finalizando o top 3, o México deve apresentar um ligeiro crescimento em relação à safra 2021/22.

importação de milho pelos principais países importadores em setembro 22

Exportações brasileiras seguem em crescimento no relatório de setembro

O Brasil segue empenhado para suprir a demanda pelo milho em todo o mundo. Isso refletiu em um crescimento de 75,9% nas receitas em relação ao mês anterior e, quando comparado com a última safra, os números são ainda mais expressivos: 144,7%. O resultado disso é uma marca histórica de 2 bilhões de dólares em apenas um mês, enquanto o acumulado do ano de 2022 já ultrapassou 5 bilhões de dólares.

receita das exportações de milho em setembro 22

Essas foram as informações sobre as exportações de milho em setembro. Para ter acesso a mais informações sobre a cadeia do cereal no Brasil e no mundo, leia os outros artigos aqui do blog. Siga a página da Nidera no Instagram e tenha acesso a outros conteúdos feitos pela empresa especialista em sementes.

Fonte

Markestrat com base em USDA. *Atualização em 12/09/2022. 

Markestrat com base no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA).

Deixe um comentário