A importância do milho para a nutrição humana

A importância do milho para a nutrição humana

O milho é a planta comercial mais importante das américas. Uma das culturas mais antigas do mundo, com registros de ser cultivado há, pelo menos, 5 mil anos. Quando falamos sobre a importância do milho na vida das pessoas, podemos abordar o fator econômico, sendo uma das principais culturas do agronegócio brasileiro, mas não podemos nos esquecer do fator nutricional também. Quer saber qual é a importância do milho para a nutrição humana? Aproveite o artigo de hoje então, que vai abordar esse tema. Boa leitura!

Quais são os nutrientes do milho?

86% do milho produzido e consumido no Brasil na safra 2019/20 foi destinado para a nutrição animal. Ainda que a quantidade destinada à nutrição humana seja baixa, ela é extremamente importante, já que o milho é um alimento riquíssimo em nutrientes.

nutrientes do milho

Como podemos observar na imagem, o milho possui altos índices de macronutrientes e micronutrientes, sendo uma ótima alternativa para compor a dieta, além de ser um alimento extremamente versátil e apresentado de várias formas, como grãos, farinhas e matéria-prima para outros alimentos.

O milho é um dos cereais mais nutritivos do mundo

O milho é extremamente nutritivo e é considerado como uma fonte mais barata de proteína e energia. Para efeito de comparação, 50 g de farinha de milho fornecem, em proteínas, valores iguais ao consumo de um pão francês de mesmo peso, mas com 33% a mais de calorias. Isso significa que o produto pode suprir as necessidades nutricionais da população, além de ser excelente complemento alimentar in natura ou em forma de farinha de milho, fubá, canjica, polenta, cuscuz e tantas outras opções.

Quando comparamos o milho com outros cereais, conseguimos ver de forma mais detalhada como o milho se destaca em energia e proteínas oferecidas:

comparativo valor nutricional entre o milho e outros cereais

Dentre os grãos utilizados na alimentação humana, o milho se destaca com uma das principais fontes de energia, além de contar com teores equilibrados de proteínas, gorduras, carboidratos e fibras. No comparativo com a soja, o milho entrega menores teores de proteínas, mas apresenta menos gorduras e calorias que a oleaginosa.

Quais os benefícios do milho para a a nutrição humana e a saúde?

Além do destaque para os valores nutricionais, o milho possui diversos componentes que são extremamente importantes para a nossa saúde. Esses componentes podem atuar na prevenção da cegueira, de doenças cardiovasculares e fortalecem o sistema imunológico. Confira a seguir um pouco mais sobre esses componentes do milho e seus benefícios para a saúde humana:

  • O milho auxilia na prevenção de doenças degenerativas da visão, graças à presença de carotenoides (zeaxantina e luteína) que compõem a região macular da retina do olho.
  • Além disso, os carotenoides do cereal e a presença de vitamina E fortalecem o sistema imunológico, com atuação antioxidante.
  • Os ácidos graxos insaturados que integram os grãos atuam no combate ao colesterol sanguíneo e elevam o nível de prevenção contra doenças cardiovasculares.
  • A presença de fitoquímicos como ácido fenólico, ácido ferúlico e flavonoides de ação antioxidante estão relacionados à redução de danos aos neurônios e diminuição de lesões pré-cancerosas de câncer de cólon.
  • As fibras, principalmente da casca do milho, exercem papel na regulação intestinal e melhoram a flora do órgão, pela sua influência no metabolismo de ácidos biliares e absorção de lipídeos.

Leia no blog outros conteúdos sobre a cadeia do cereal, como a versatilidade do milho. Siga a página da Nidera Sementes no Instagram e acompanhe outros conteúdos sobre o agronegócio.

Fontes

Markestrat com base em Abimilho, Anvisa, MSD Saúde e outras fontes secundárias.

Markestrat com base em Yazio, Abimilho e outras fontes secundárias.

Markestrat com base em Jane Gonçalves Menegaldo – Embrapa e fontes diversas.

Este post tem um comentário

Deixe um comentário