Malha ferroviária brasileira e o escoamento de grãos

Malha ferroviária brasileira e o escoamento de grãos

O transporte ferroviário é responsável por 20% das cargas brasileiras, mas quando o assunto é o transporte de grãos, ele se destaca dos outros modais. No artigo de hoje, vamos falar um pouco mais sobre a malha ferroviária brasileira e o escoamento de grãos.

Malha ferroviária brasileira possui quase 30 mil quilômetros

29.320 km é o tamanho exato da malha ferroviária brasileira. Passando pelo Sul de Minas aos polos agrícolas da região Centro-Oeste, principal produtor de grãos do Brasil, a maior parte das ferrovias ligam esses pontos aos portos brasileiros, facilitando o escoamento dos grãos para a exportação. 

mapa da malha ferroviária Brasileira

Crescimento da frota ferroviária no Brasil e a geração de empregos

De 1997 para 2019, o Brasil aumentou sua frota de 1.154 locomotivas para 3.405, um crescimento de 163%. Além disso, o transporte pelas ferrovias é mais ecológico, já que um vagão graneleiro de 100 toneladas substitui 4 caminhões. De 1997 a 2019 a geração de empregos no setor também aumentou, passando de 13.506 para 41.635 vagões. 

Histórico de cargas ferroviárias no Brasil

Brasil segue ampliando sua malha ferroviária

A maior parte dos grãos brasileiros é transportada pelo modal ferroviário. Isso quer dizer que, conforme a cadeia de soja e milho se desenvolvem, a malha ferroviária também precisa acompanhar esse crescimento para que seja possível o escoamento de grãos nas principais regiões produtoras.

4 projetos grandiosos de expansão ganham destaque:

ampliação da malha ferroviária no Brasil

Malha ferroviária da região Centro-Sul possui diversos projetos de expansão

Com a malha ferroviária atual, o milho e a soja produzidas no Centro-Oeste do país são escoados, em sua maioria, para os portos de Santos/SP e Paranaguá/ PR. A ativação de linhas férreas que ligam o Centro-Oeste do país com o sudeste aumenta ainda mais as possibilidades do milho, uma vez que grande parte do cereal é consumido na região Sul do Brasil nas cadeias de produção animal; destaque para Santa Catarina e Paraná. A otimização das rotas também favorece outras cadeias como a do etanol de milho e alimentícia.

malha ferroviária da região centro-sul

Preparamos um artigo completo sobre o transporte de grãos no Brasil e você pode ler agora clicando aqui. Além disso, siga a Nidera Sementes no Instagram para ter acesso a outros conteúdos sobre o agronegócio.

FONTE

Markestrat com base no Plano Nacional de Logística 2025 (ANTF).

Markestrat baseado em ANTF e dados secundários.

Markestrat com base em ANTF (2021).

Este post tem um comentário

Deixe um comentário