Mercado de milho na União Europeia: confira as projeções para 2030

Mercado de milho na União Europeia: confira as projeções para 2030

A União Europeia ganhou um capítulo na nossa série de posts sobre as projeções do mercado de milho até 2030. Isso acontece porque o bloco de países europeus produz e exporta o cereal. Então neste artigo vamos entender o histórico e as projeções do velho continente quando o assunto é o tão famoso milho. Vamos lá?

Produção de milho na União Europeia foi abaixo do consumo em 2020

Diferente das potências mundiais em produção de milho, a União Europeia está longe de ser autossuficiente quando o assunto é produzir o necessário para atender às demandas internas. Em 2020, a produção foi 20 milhões de toneladas inferior ao consumo e demandou 19 milhões de toneladas importadas. Enquanto a produção ficou na casa dos 63 milhões de toneladas, o consumo excedeu 83 milhões de toneladas e a exportação ficou em modestos 3 milhões de toneladas.

produção e consumo de milho na união europeia em 2020

Quando analisamos no detalhe o consumo interno de milho na União Europeia, notamos que, assim como no Brasil, EUA e China, a maior parte do milho vai para a alimentação animal em forma de rações, um total de 66,4 milhões de toneladas. Os outros 16,7 milhões de toneladas consumidos pela União Europeia são distribuídos entre biocombustível (39,1%), alimentação humana (28,1%) e outros (32,8%).

A produção de milho deve crescer em ritmo acelerado na União Europeia

A produção para a próxima década deve ter um crescimento em ritmo acelerado, influenciado pelo aumento da produtividade. O crescimento deve ir de 5,8% para 7,6%, com 7,7 toneladas por hectare. Já a área cultivada deve permanecer estagnada em 8,8 milhões de hectares, muito por conta das limitações geográficas para expansão no velho continente.

histórico e projeção de produção de milho na união europeia

Consumo de milho na União Europeia deve desacelerar no ciclo 2020-2030

Enquanto a produção deve crescer, o consumo tem perspectiva de desacelerar. A culpa é da estagnação das indústrias de produção animal e a queda do etanol de milho – este em especial deve ter uma queda de 18% quando comparado com o ciclo 2010-2030.

histórico e projeção de consumo de milho na união europeia

Perspectiva de saldo negativo entre produção versus consumo

O histórico já não é favorável e, em linhas gerais, a produção de milho na União Europeia sempre apresentou um déficit em relação ao consumo (com exceções para os anos de 2011 e 2014). As projeções seguem por este mesmo cenário e, dessa forma, o déficit de produção frente ao consumo deve ser superior ao atual, se mantendo no patamar de 17 milhões de toneladas – que devem ser supridas via importações.

histórico e projeção de consumo versus produção de milho na união europeia

Na próxima semana, traremos as perspectivas para o mercado de milho nas terras dos nossos irmãos argentinos. Enquanto isso, acompanhe os outros conteúdos sobre o mercado de milho aqui no blog e sobre o agronegócio em geral em nosso Instagram.

Fonte

Markestrat com base em OCDE-FAO Agricultural Outlook 2020-2030.

Deixe um comentário