Principais portos para exportação do milho brasileiro

Principais portos para exportação do milho brasileiro

O Brasil já se consolidou como o segundo maior exportador de milho do mundo e caminha a largos passos para assumir a primeira posição em breve.  Mas antes que o nosso milho chegue ao país que o importou e cumpra o seu destino, ele passa por um longo caminho e no artigo de hoje vamos falar sobre um deles: os principais portos para a exportação do milho brasileiro. Vamos lá?

Da lavoura para os trilhos, dos trilhos para os principais portos

O milho brasileiro é escoado basicamente por três modais:

  • Transporte ferroviário – 47%
  • Transporte rodoviário – 42%
  • Transporte hidroviário – 11%

O transporte ferroviário é o mais utilizado por um motivo: a conexão com os principais portos do Brasil. Hoje, o modal é responsável por 47% do transporte de grãos brasileiros, mas tem potencial para muito mais, com diversos projetos de expansão da malha ferroviária que já estão em aprovação e/ou execução, especialmente na região centro-sul.

Porto de Santos é o principal canal para exportação de milho brasileiro

Em 2020, o Brasil exportou 39,6 milhões de toneladas de milho pelos seus portos e terminais, com os mais variados destinos. 

dados sobre a exportação de milho

Quando comparamos com os números de 2019, podemos notar uma queda na exportação de 15.8%.

O porto de Santos (SP) foi o principal responsável pelo envio do cereal brasileiro aos outros países, com uma fatia de 1/3 do total, ou seja, mais de 13 milhões de toneladas.

principais portos brasileiros para exportação do milho

Ao olhar para o top 5 dos principais portos brasileiros usados para a exportação de milho, fica claro a importância das regiões norte e nordeste nesse escoamento. Juntos, os portos destas regiões são responsáveis por movimentar 57,63% do milho brasileiro.

Portos do arco norte do Brasil compõem rota para a exportação de grãos

Os portos acima do paralelo 16ºS compõem o arco norte e foram responsáveis por movimentar 27,9 milhões de toneladas de milho, entre embarque e desembarque, somente em 2020. Quando adicionamos o volume de soja exportado em 2020, temos uma alta de 487,5% em comparação ao volume exportado em 2009.

principais portos e terminais do arco norte do brasil

Responsável por 4 dos 10 portos mais movimentados na exportação de milho, o Pará é uma das principais saídas para os produtores de grãos do Mato Grosso. Na safra 2019/20, as regiões acima do paralelo 16°S foram responsáveis por produzir pouco mais de 60 milhões de toneladas de milho, ou 59% do total produzido naquela safra.

Saiba mais sobre a cadeia do milho aqui no blog Somos Milhões. Acompanhe outros conteúdos sobre o agronegócio no Instagram da Nidera Sementes.

Fonte

Markestrat com base em dados secundários, CONAB e ANTAQ.

Markestrat com base em ANTAQ (Agência Nacional de Transportes Aquaviários).

Este post tem um comentário

Deixe um comentário