Principais produtos do milho exportados e seus destinos

Principais produtos do milho exportados e seus destinos

Já falamos diversas vezes aqui no blog sobre o papel do Brasil como fornecedor global de milho e toda a logística envolvida no processo de exportação do nosso cereal, desde o transporte via modal ferroviário, até o escoamento pelos principais portos brasileiros. Hoje, vamos falar sobre os principais produtos do milho exportados e seus destinos. Vamos lá?

Produtos do milho exportados são agrupados pelo sistema de harmonização 

Segundo a Embrapa, os produtos do milho que são exportados podem ser agrupados seguindo um padrão de descrição de mercadorias chamado Sistema de Harmonização (SH). Para o milho, a divisão acontece em produto, no caso do milho em grãos, e coprodutos, como amido, farinha e afins.

classificação de produtos do milho

Levando em consideração a classificação do mercado exportador de milho no Brasil, temos 6 principais produtos do milho, sendo eles:

principais produtos de milho

Farinha de milho é o principal subproduto do milho exportado

Nos últimos 5 anos, a farinha de milho reina absoluta como principal subproduto de milho exportado, respondendo por 57% do total embarcado e destinado a outros países. Em 2017, a farinha de milho chegou ao seu auge, batendo praticamente 200 mil toneladas exportadas, sendo os principais destinos: Angola, Venezuela e República do Congo.

histórico de exportação dos produtos de milho nos últimos 5 anos

Milho em grãos é o produto com maior volume exportado

A farinha de milho é a rainha em sua categoria, mas o milho em grãos é o rei absoluto quando o assunto é exportação de produtos de milho. Para se ter uma ideia, o volume exportado de milho pode chegar a ser 145 vezes maior que o da farinha de milho.

exportação brasileira de milho em grãos nos últimos 5 anos.

Brasil é o terceiro maior exportador de milho do mundo

Atualmente, o Brasil é o terceiro maior exportador de milho do mundo, tendo o valor de exportações chegado na casa dos 5 bilhões de dólares e a quota de mercado em torno de 17,7%, perdendo apenas para os Estados Unidos e Argentina. Os 3 países que mais consumiram o grão brasileiro em 2020 foram:

  • Irã – 4,4 milhões de toneladas
  • Japão – 4,2 milhões de toneladas
  • Vietnã – 3.7 milhões de toneladas

A maior parte do milho brasileiro (48,2%) é comprada em pequenos volumes, de forma pulverizada por todo o mundo.

Acompanhe outros conteúdos sobre a cadeia do milho aqui no blog e siga a página da Nidera Sementes no Instagram para ter acesso a mais informações sobre o agronegócio.

Fonte

Markestrat com base no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) e dados secundários.

Deixe um comentário